Egosistema

univ

Inauguração Visões Indecisionistas – declensions of reality

04/03/2020

In Bloom
rua Lucinda Simoes 5A, 1900-304 Lisbona

Eu sou o Egosistema; são todas as páginas dos meus diários, as frases dos livros que leio e permaneço sobre mim, as imagens que tiro para me encontrar numa fotografia. Ou, parafraseando, é um discurso sobre a banalidade da existência humana contemporânea que deixa de olhar além do seu nariz e se perde na jornada triangular (passado-presente-futuro) da sua vida, como se o ponto de vista a partir do qual observa o mundo era o centro absoluto. Este é um Egosistema: uma gaiola dourada; um espaço interior complexo; uma viagem de ida e volta, fechada; a ideia e o ideal que criamos de nós mesmos para nós mesmos. Somos todos Egosistema, onde o nosso corpo é o único habitante do planeta e todos os outros corpos são apenas órbitas. A lente fotográfica visa-nos porque não sabemos olhar mais além e o narcisismo se torna crença.

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...